João Anatalino

A Procura da Melhor Resposta

Textos


O tempo é como um ácido que tudo dissolve,
Ou como rio que leva as coisas e não devolve.
Ontem eu podia caminhar muito sem cansar,
Hoje eu me canso sem nem mesmo caminhar.
 
E toda juventude é sempre bela por natureza,
Pois do novo, a melhor qualidade é a beleza.
Ontem eu amava muito o prazer de namorar,
Hoje eu namoro o prazer de ainda poder amar.

E a madureza chega como se fosse uma brisa.
Vem de mansinho, envolve e nunca nos avisa.
Ontem eu podia viver bem sem compreender,
Hoje o que preciso é compreender para viver.
 
A vida é como a garrafa de vinho envelhecido.
Quando aberta, é preciso que tudo seja bebido.
Ontem o meu desejo era que o tempo voasse,
Hoje que eu passo só gostaria que ele parasse.

A juventude não liga para uma ilusão perdida,          
Se uma vai, outra vem, e tudo fica na medida.
Ontem havia coisas que eu só queria esquecer,
Hoje só o que eu quero é recordar para viver.

E a felicidade é como uma nuvem de fumaça,
Se mais forte o vento, mais depressa ela passa.
Ontem, ser feliz era não ter responsabilidade,
Hoje ser responsável é o que garante felicidade.
 
É que a verdade não anda junto com sabedoria,
Uma brilha de noite e a outra só aparece de dia.
Ontem eu pensava saber tudo e só fazia errado,   
Hoje eu sei que não sei nada, e tenho acertado.

Idade é um prato que precisa de bom tempero,
Do contrário ela se torna receita de desespero.
Ontem comia de tudo e não havia o que comer,
Hoje, com tanta comida, tenho fome é de viver.

 
João Anatalino
Enviado por João Anatalino em 14/12/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras