João Anatalino

A Procura da Melhor Resposta

Textos


CORAÇÃO DE TROVADOR

Na ilusão destes meus castos desvelos
Essa lua projeta uma visão argentina;
Porém não é como a dos teus cabelos

Quando a luz das estrelas os ilumina.

Pois que neles o reflexo dos grampos,
E a prata das estrelas, em luz refletida,
São um berçário de bebês- pirilampos
Em seus primeiros momentos de vida
 
No meu amor, esse corpo tão sarado,
Virou o tirano que a nós ambos pune;

A ela, por exigir um máximo cuidado,
E a mim por que provoca tanto ciúme. 
 
Ela ocupa inteiro o meu pensamento,
Que por maior que seja meu empenho,
Não importa lugar, assunto, momento,
Só ela é a única memória que eu tenho.
 
É que, para estes meus olhos gulosos,
Não existe uma imagem mais saborosa  . 

Do que a textura desses lábios sedosos
Que se abrem como um botão de rosa.
 
E nos olhos brilhantes do meu amor
Eu vejo a luz de uma manhã dourada,
Que faz corar até mesmo o esplendor
Que só se acha no fulgor da alvorada. 
 
Talvez por isso é que o sol, aborrecido,
Permitiu que aquela nuvem o cobrisse
E lá ficou por um dia inteiro escondido, 
Esperando que o meu amor dormisse.  

Quem sabe, é o sol que tem vergonha,
Por sua luz não ser assim tão brilhante,
E quando some, é com isso que sonha:
̶  Roubar dos teus olhos esse diamante.

Estar contigo é o meu prazer constante.
Teu amor é síntese de todos os amores,
Mas como estou dos teus olhos distante,
O meu coração é um repertório de dores.


Porém, um dia, estarás nos meus braços
E eu nunca mais me sentirei tão sozinho.
Os meus passos seguirão os teus passos
E o teu caminho há de ser meu caminho.


Para provar que tudo não é só aventura
Pretendo te dar a maior prova de amor,
Te levando para morar numa cobertura,
Que existe no meu coração de trovador.







 
João Anatalino
Enviado por João Anatalino em 15/12/2016
Alterado em 15/12/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras