João Anatalino

A Procura da Melhor Resposta

Textos


BRINCADEIRA DE RODA

ERA UMA MENINA PEQUENINA
NO MEIO DA RUA A CANTAR:
CIRANDA, CIRANDINHA,
VAMOS TODOS CIRANDAR,
VAMOS DAR A MEIA-VOLTA
VOLTA E MEIA VAMOS DAR.
 
PASSEI TÃO DISTRAÍDO,
QUE NEM OUVI O SEU CANTAR.
ESTAVA TÃO ENTRISTECIDO
QUE SÓ OUVIA O MEU PESAR.
CIRANDA, CIRANDINHA
VAMOS TODOS CIRANDAR.
 
ESTAVA SEGUINDO UM RABECÃO
LEVANDO O CORPO DE UM AMIGO,
POR ISSO NÃO PRESTEI ATENÇÃO,
NESSE CANTO TÃO ANTIGO.
VAMOS DAR A MEIA-VOLTA
VOLTA E MEIA VAMOS DAR.
 
SE TIVESSE, LARGARIA A ESCOLTA
E DALI MESMO IRIA VOLTAR,
TERIA DADO A MEIA-VOLTA,
E RECOMEÇADO A CIRANDAR.
CIRANDA, CIRANDINHA,
VAMOS TODOS CIRANDAR.
 
PEGARIA A MÃO DESSA MENINA
E COMECARIA A DANÇAR
PORQUE UM DIA TUDO TERMINA
E SEREI EU QUEM VAI PASSAR.
NÃO VOU DAR A MEIA-VOLTA,
PORQUE JÁ NÃO VOU PODER VOLTAR.

 
João Anatalino
Enviado por João Anatalino em 09/10/2017
Alterado em 09/10/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras