João Anatalino

A Procura da Melhor Resposta

Textos


Juro que não me importaria morrer
Sem sentir que já fui amado um dia;
Mas não me agradaria ter que viver,
Com a certeza de que nunca amaria.
 
Pois amar é um verbo intransitivo,
Cuja ação nunca requer um objeto;
Conjugado no ativo ou no passivo,
Ele sempre está no tempo correto.
 
O amor não precisa ter polaridade,
E da parte dele nunca vem engano,
Se amamos, ou quando se é amado.
 
Por isso eu acho, que na realidade,
Não existe amor que seja profano,
E todo amor verdadeiro é sagrado.

 
João Anatalino
Enviado por João Anatalino em 04/01/2018
Alterado em 04/01/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras