João Anatalino

A Procura da Melhor Resposta

Textos


Não existe problema na prazerosa fruição,
De uma honesta riqueza vinda do trabalho.
Pois o que apodrece a alma é a corrupção,
Ela é para o inferno, seu mais curto atalho.
 
O que queremos dizer com essa parábola,
É que a alma que se prostitui por dinheiro,
E como o macaco daquela famosa fábula,        
Que da própria ganância se fez prisioneiro.
 
Corrupção é como se fosse uma cumbuca;
Quem nela mete a mão não mais se liberta,
Pois prende a si mesmo em mortal arapuca.
 
A porta do céu também não é muito larga,
Conquanto ela sempre seja mantida aberta,
Por ela ninguém passará levando essa carga.
 
 
João Anatalino
Enviado por João Anatalino em 02/05/2018
Alterado em 02/05/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras