João Anatalino

A Procura da Melhor Resposta

Textos


A MELODIA DO AMOR

Como falar deste amor que agora tenho,
Se quando amei o conservei no segredo?
Talvez por egoísmo, e quem sabe, medo,
Não tirei dele energia para meu engenho.
 
E porque eu não quis lhe dar maior valor,
A minha alma esteja agora assim tão fria,
Que até mesmo a nossa deusa da poesia,
Já não recebe as transmissões deste calor.
 
Entretanto, quando amei, não foi pouco;
Mas me disseram que o amor é obsoleto,
E não
 deve mais, ser em versos celebrado.
 
Por isso agora estou me vendo no sufoco:
Quero dizer o quanto te amo num soneto,
Mas não acho tom e nem ritmo adequado.

 
João Anatalino
Enviado por João Anatalino em 13/06/2018
Alterado em 13/06/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras