João Anatalino

A Procura da Melhor Resposta

Textos


Quando só o olho se apaixona
Sem consultar ouvido e olfato,
E sequer dá satisfação ao tato,
A melhor razão nos abandona
Pois a imagem esconde o fato.
Se é o ouvido que se encanta,
Mas a visão não é consultada,
E se a pele não é informada,
A confusão costuma ser tanta,
Que a mente fica atrapalhada.
Se o tato por si mesmo decide,
Mas o ouvido não tem ciência,
E do olho não obteve anuência,
O que resulta disso é uma lide,
Que pode nos levar á demência.
Se ao olfato se dá competência,
Para prolatar a sentença final,
Mas tato e olhos não derem aval
E o ouvido não bate continência
Isso só pode acabar muito mal.
Pois cinco sentimos nós temos,
E a nenhum se deve por antes,
Já que todos são importantes
No mundo em que nós vivemos.
Que Deus lhes dê muita ciência
E a nenhum confira preferência
Para colocá-lo de todos á frente.
Pois que deles todos precisamos
E é quando um deles perdemos
Que a gente se torna deficiente.

 
João Anatalino
Enviado por João Anatalino em 22/06/2018
Alterado em 23/06/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras