João Anatalino

A Procura da Melhor Resposta

Textos


O TERRORISTA

"Não é suicídio, diz o bashi: é um ato de fé.
Um bom negócio que não se faz todo dia;
Pois além de receber a benção de Maomé,
Sempre há uma boa grana para a família."

"Não é apenas o morrer por uma crença,
Mas se trata de extirpar um grande mal,
Além de tudo existe uma boa recompensa
Para todos os que morrem por esse ideal".

"Porque a nossa luta sempre foi pura e sã,
E assim fazemos por que nosso Deus o quer:
Pois matando os inimigos do nosso Islã,
Estamos cumprindo com o nosso dever."

"Pelo coração, combatendo o pecado,
Pela boca, falando sempre a verdade:
Pelas mãos, corrigindo todo o errado, 
Pela espada: -eis os caminhos da Jihad."

Assim pensando, o bashi aceita
Que se lhe amarrem no peito o explosivo.
Mesmo sabendo que da ação que empreita
Ele mesmo, dela jamais poderá sair vivo.

Dessa forma, lá vai ele com o seu artefato.
Frio e calmo como se fosse um britânico.
O seu coração é uma carga maciça de C-4,
Preparada com um detonador eletrônico.

Ele entra no shopping-center calmamente,
Olhando as lojas como se fosse consumidor,
Mas sua mão, tal um Napoleão inclemente,
Por baixo da blusa, acaricia um detonador.

Ele e outros cem irão morrer, dessa sorte,
Uma morte certa, irremediável e sem aviso:
Mas que importa, se por conta dessa morte,
Ele vai ganhar o melhor lugar no paraíso?

E lá no Samã, as setenta belas huris de Alá,
Sensualíssimas, dançam no harém do califa.
Todas abençoadas pelos sheikes e pelo mulá,
Enquanto o bashi, lá no shopping, se espatifa.

 
Será que somos mesmo uma Humanidade,
Ou devemos crer no que John Lennon disse?
- Que seria melhor não existir país nem propriedade
E se também nenhuma religião existisse...

 
João Anatalino
Enviado por João Anatalino em 22/12/2018
Alterado em 23/12/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras