João Anatalino

A Procura da Melhor Resposta

Textos


ROSAS DO VENTO

Sou compadre da Aurora.
Ela me convidou para batizar
O dia que acaba de nascer.
 
Com sua roupa de paralelepípidos,
A rua velha olha com inveja
Para a rua nova, vestida de asfalto.
 
A serpente encantada
Pela mágica das mãos
Cuspiu o primeiro orgasmo.
 
Os girassóis nos campos
São como rosas do vento
Guiando o sol no oceano do céu.
 
Se o criado-mudo do motel
Fizesse uma delação premiada,
Pouca gente escaparia...

 
João Anatalino
Enviado por João Anatalino em 24/12/2018
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras