João Anatalino

A Procura da Melhor Resposta

Textos


MAIS AMOR E MENOS RELIGIÃO

Por mais iguais que Deus nos tenha feito
Sempre haverá entre nós uma diferença;
Ela nos faz pensar deste ou daquele jeito,
Ela é aquilo que nós chamamos de crença.
Daí não importa muito o que a gente vê,
Pois o olho é lento e pode ser enganado,
A verdade será sempre o que a gente crê,
Mesmo que o que se creia esteja errado.
 
O fanatico religioso é um ser sem ouvido,
Sua consciência já não está mais entre nós;
Todos os demais sons foi dele suprimido,
Porque ele agora só escuta uma única voz.
É como se ele saísse para uma caminhada,
Onde todos os caminhos vão dar em Roma.
Pois seja qual for a paisagem contemplada,
Seus olhos estão toldados por um escotoma.
 
Pois se as crenças não forem contestadas,
Será como a verdadeira lavagem cerebral,
Onde as demais verdades são canceladas,
Sobrando apenas uma ditadura espiritual.
Por isso é que tem gente que ainda pensa
Que Deus age um como ditador demente,       
Que vai distribuir uma gorda recompensa
A quem mata quem deles pensa diferente.
 
O fanatismo faz do homem um ser cativo,
E todo fanático vira um escravo que dá dó.
Ignorante não é quem nunca leu um livro,
Mas quem aprendeu a ler em um livro só.
Nenhuma crença substitui um bom juízo,
E nenhum juízo tem o dom de ser eterno.
Boas crenças podem nos levar ao paraíso,
Mas fanatismo só nos leva para o inferno
 
Acredite só naquilo que você achar melhor,
Porque não importa qual seja a sua religião,
Todas elas serão boas se ensinarem o amor.
E todas estarão certas se pregarem a união.
Deus é um só e abraça todos que a ele vem.
A fé é a guia segura para os nossos passos,
Mas nenhuma religião pode salvar ninguém,
Porque só o Amor nos leva aos seus braços.
 
Talvez fosse bom aprender uma nova lição
Aquela lição que Jesus um dia nos ensinou:
Amar uns aos outros tal como ele nos amou.
Isso significa ter mais amor e menos religião.

 
João Anatalino
Enviado por João Anatalino em 02/01/2019
Alterado em 02/01/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras