João Anatalino

A Procura da Melhor Resposta

Textos


AS SETE FACES DE UMA PAIXÃO

Na ilusão dos meus castos desvelos
Essa lua projeta uma visão argentina;
Mas não brilha como os teus cabelos
Quando a luz das estrelas os ilumina.

Pois que neles o reflexo dos grampos,

E a prata dos astros, em luz refletida,
São um berçário de bebês- pirilampos
Em seus primeiros momentos de vida
 
No meu amor,aquele corpo tão sarado,
Virou o tirano que a nós ambos pune;
A ela, por exigir um máximo cuidado,

E a mim por que provoca tanto ciúme. 
 
Você ocupa inteiro o meu pensamento,
Que por maior que seja meu empenho,
Não importa lugar, assunto e momento,
Você é a única memória que eu tenho.
 
É que, para estes meus olhos gulosos,
Não existe uma imagem mais saborosa  . 
Do que a textura desses lábios sedosos

Que se abrem como um botão de rosa.
 
O amor que tenho por ela é tão grande,
No entanto, esta minha timidez o tolhe.
Quanto mais longe ele mais se expande,
E quanto mais perto ele mais se recolhe.
 
É por isso que toda noite eu me torturo
Nas masmorras soturnas do meu desejo
Desejando que o dia amanheça escuro,
Para que eu possa roubar dela um beijo.


 
João Anatalino
Enviado por João Anatalino em 27/07/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras