João Anatalino

A Procura da Melhor Resposta

Textos


Da janela do meu quarto, eu não vejo no universo as bielas e os rolamentos que os cartesianos enxergam.
Nem o som que vem das estrelas, em noites como esta, se parece com o barulho de um motor a diesel.

Antes, parece com um coro de anjos entoando uma cantata de Handel.
Quem disse que o universo era uma máquina estava pensando apenas em si mesmo.

O que ele ouviu foi o ronco das próprias entranhas digerindo o que jantou e pensou que por trás de toda essa beleza só havia a frieza das leis mecânicas orientando esse processo.
Mas para mim, o universo é um ser vivo que hospeda um coração pulsante e uma alma sensível, 
que ouve meus pensamentos e os responde com acontecimentos que geralmente eu não entendo,
mas que sei que são estritamente necessários.
Como o corpo da minha amada, respirando calmamente em nossa cama, certamente alimentado por leis que não conheço, mas que resultal em lindos sonhos de amor.
Em noites como esta, e mesmo em todas as noites que não são como esta, o universo está em plena atividade, e as estrelas são milhões de olhos que brilham como os olhos da minha amada, quando sonha.

Porque os sonhos são o acordar para uma vida interior, e o universo é o sonho que a mente do Criador concebe, seus anjos, que são as leis naturais organizam, e nós, o resultado da sua criação, realizamos.
O universo é o resultado do coração de Deus bombeando num movimento de sístole e diástole, o sangue que alimenta tudo isso.   
O corpo da minha amada é o universo que se descortina aos meus desejos e se realiza no atendimento de todas as minhas necessidades.  
O universo e a minha amada: o ínfimo e o imenso que se consumam em um único processo: O Sonho do Criador.   
Os sonhos da minha amada e os sonhos de Deus.
Ambos são belíssimos sonhos de amor.

 
João Anatalino
Enviado por João Anatalino em 22/08/2019
Alterado em 22/08/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras