João Anatalino

A Procura da Melhor Resposta

Textos


EROS E PSIQUÊ
 
 
Adoraria que por esta minha vida afora,
Esta memória permanecesse conservada,
Exatamente como estou te vendo agora,
Transpirando, ofegante, fluída, relaxada...
 
Como odeio a claridade que está vindo,
E essa luz que no quarto está entrando;
Pois ao invés de estarmos nos vestindo,
Mais uma vez deveríamos estar amando.
 
Só quero poder me extinguir no teu suor,
E que extintos, nossa história sobreviva,
Nesta síncope que consagra nosso amor.             
 
Assim nós seríamos como Eros e Psiquê,
Anjos andróginos que uma deusa lasciva,
Gestaria com os fluídos do nosso prazer.

 
João Anatalino
Enviado por João Anatalino em 04/09/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras