João Anatalino

A Procura da Melhor Resposta

Textos


Um orgulhoso, se precisa, não pede;
O caloteiro, quando deve, não paga.
O edifício sem estrutura sempre cede,
E o alimento não consumido estraga.
 
O músculo que não é acionado, atrofia, 
A bateria que não é ligada descarrega,
O covarde, quando exigido, renuncia,
O homem que nunca busca só entrega.
 
Coração que muito bate um dia apanha,
Quem vive comprimido um dia estica,
Todo choro sem motivo é pura manha
Aquele que só quer ir é que sempre fica.
 
Quem vive descansado um dia cansa,
A saudade quando é triste é nostalgia,
Quem nunca vai ao baile um dia dança,
Quem não serve para esposa acaba tia.
 
O verdadeiro amor deixa o homem forte,
A paixão, se for demais, nos deixa tontos;
Quem só olha para o sul não vê o norte,
Quem não joga para valer não faz pontos.
 
O ciúme, quando demais, sufoca o amor
E o amor que é sufocado um dia acaba.
Nenhum atrito gera luz, mas só calor,
Vela acesa contra o vento sempre apaga.
 
Quem anda muito devagar é indolente,
Mas quem vive só correndo é apressado. 
Se o segundo sempre come cru e quente,
O primeiro pode comer frio e queimado.
 
João Anatalino
Enviado por João Anatalino em 03/10/2019
Alterado em 03/10/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras