João Anatalino

A Procura da Melhor Resposta

Textos


Não é suicídio, diz o bashi: é um ato de fé.
Um bom negócio que não se faz todo dia;
Pois além de receber a benção de Maomé,
Sempre há uma boa grana para a família.
Dessa forma, lá vai ele com o seu artefato.
Frio e calmo como se fosse um ser biônico.
O seu coração é uma carga maciça de C-4,
Preparada com um detonador eletrônico.
Ele entra no shopping-center calmamente,
Olhando as lojas como se fosse consumidor,
Mas sua mão, tal um Napoleão inclemente,
Por baixo da blusa, acaricia um detonador.
Ele e outros cem irão morrer, dessa sorte,
Uma morte certa, irremediável e sem aviso:
Mas que importa, se por conta dessa morte,
Alah lhe reserva o melhor lugar no paraíso?
E enquanto isso, as setenta virgens de Aláh,
Sensualíssimas, dançam no harém do califa.
Todas abençoadas pelos sheikes e pelo mulá,
Enquanto o bashi, lá no shopping se espatifa.


 
João Anatalino
Enviado por João Anatalino em 20/11/2019
Alterado em 21/11/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras