Joćo Anatalino

A Procura da Melhor Resposta

Textos


ARISTÓTELES, JUNG E A ENERGIA DO UNIVERSO



Existem dois tipos de conhecimento universal que antecedem o advento do fenômeno da vida humana. Eles existem independentemente de você e eu existirmos, porque simplesmente não dependem de nenhum de nós para existir. A esses dois conhecimentos nós podemos chamar de alma individual e alma coletiva; ou de Enteléquia (conforme a terminologia da filosofia aristotélica) e Inconsciente Coletivo ( segundo a terminologia de Jung).
Enteléquia é a matriz energética inicial ( ou seja, um programa matriz) que nos dá a conformidade biológica e física que assumimos em nossa existência terrestre. Ela nos diz se seremos um pato, um leão, um elefante ou um homem. Se quiser, pode chamá-la de DNA. E orienta também o nosso biótipo. Alto, baixo, magro, gordo, careca, cabeludo, etc. É claro que nessa orientação é possível interferir, mudando um pouco essa conformação. Enteléquia, em termos de tipos humanos, ou caráter, não conforma, apenas orienta. E ela se torna uma força tão mais ativa e potente quanto mais consciente dela nos tornamos. Ela é energia e energia pode ser captada para determinado propósito. Os seres vivos fazem isso o tempo inteiro. As plantas captam energia do sol para orientarem seus crescimentos; o homem capta a força das águas dos rios para gerar energia elétrica; a energia elétrica é captada para fazer girar motores, iluminar cidades, acionar máquinas.
A natureza é uma mãe cujo útero está prenhe de energia. Os seres humanos também. Há a energia que aciona a nossa mente e a faz fabricar pensamentos; há a energia que movimenta os nossos músculos e nos impulsiona nas nossas ações. Ambas são energias de potências insuspeitadas. Não se pode medi-las em quilotons, nem em cavalos de força, nem watts, ou qualquer outra medida técnica inventada pelo homem para medir as forças da natureza. Nós só sabemos que elas existem e que são acionadas quando um determinado interruptor é acionado. Então nos tornamos fortes ou fracos, ativos ou reativos, corajosos ou covardes. Isso é Enteléquia, a nossa força interior. Você a tem, eu a tenho, todos temos. Só precisamos aprender a usá-la.
A outra força da qual falamos é aquela que Jung chamou de Inconsciente Coletivo, um conjunto de Arquétipos, ou seja, um catálogo de afirmações da vida humana que se se tornam padrões de conduta para a própria condução da vida. O inconsciente Coletivo é um conhecimento do qual todos nós, em todos os tempos, participamos, mesmo ser ter consciência dele. É uma sabedoria que parecemos ter desde sempre. Algo assim como o instinto maternal, a capacidade de procriar, a noção de familia, a busca do agrupamento, a necessidade de um ritual para atingir estados de consciência superiores, a crença em uma divindade, etc.
Essa é uma energia coletiva porque está à disposição da totalidade da humanidade e é como se fosse um gerador alimentado pelos comportamentos, reflexões e descobertas feitas pela humanidade em todos os tempos. Ela também é forte e pode dar um rumo à nossa vida. Mas ela também não é absolutamente conformativa. O que quer dizer que você não deixará de ser feliz se não acasalar, se não tiver uma religião, se não tiver filhos, etc. Mas tanto quanto a Enteléquia, a sua energia individual, você pode captar o Inconsciente Coletivo como força para orientar suas ações. É o que fazem os grandes líderes quando modelam seus heróis, quando observam as grandes leis sociais, quando fazem o conhecimento acumulado da humanidade trabalhar a seu favor.
Você pode achar que tudo isso é misticismo barato. Mas não duvide de uma coisa. A humanidade (Humanitas, como dizia Machado de Assis), é um ser ontológico. É um ente vivo, produzido pelo desejo do ser humano de viver e ser feliz. Desde que o primeiro exemplar da espécie humana fez a primeira reflexão, e o segundo aproveitou-a como conhecimento, nós a emancipamos. E desde então ela passou a ser a nossa gestora. Nós só nascemos para fazer parte da Humanidade, para dar um sentido a ela. Para servi-la e se integrar a ela como realização de um todo indissociável.
Enteléquia e Inconsciente Coletivo têm um propósito para você. A primeira quer que você a conheça e aprenda a capturá-la, para que você possa atingir a melhor conformação física e espiritual possível. O segundo quer você saiba que ele existe é está à sua disposição para lhe dar a sabedoria necessária para ser feliz e acrescentar, você mesmo a sua parcela a esse celeiro das realizações universais que é Humanitas.Aprenda a captar essas duas energias para o bom cumprimento da sua missão.
Fique com Deus.








Joćo Anatalino
Enviado por Joćo Anatalino em 10/09/2009
Alterado em 21/10/2009


Comentįrios

Site do Escritor criado por Recanto das Letras